Meu perfil
BRASIL, Sudeste, ECHAPORA, centro, Mulher, de 56 a 65 anos, Arte e cultura, Livros
MSN -




Arquivos

    Categorias
    Todas as mensagens
     viagem
     relações afetivas
     notícias da mídia
     religiosidade
     cronicas

    Votação
     Dê uma nota para meu blog

    Outros links
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis
     blog da angela
     blog da silvanety
     MINHA PASTA MAIS
     blog do alberto
     alberto pasta mais
     blog do Miguel
     blog do leo
     blog da ana miranda
     blog da magui
     blog da imaculada cintra
     blog da rosely sayao
     blog da carrie
     blog da bela
     blog da Dri
     blog da américa
     blog do Emídio
     blog da Claudete
     blog do fábio
     Blog da Anna Fernandes
     blog da bete
     blog da nilcéia
     blog da janaina
     blog da marizete
     blog da AFRODITE
     blog da beth -uma mulher que sabe o que quer
     blog da talyta
     blog da vivian- flores
     blog do roberto alexandre
     cronicas do Gauli




    UOL

    Blog de edimeli
     


     
     

    saúde pública

     

     

    Vaselina na veia???!!!

    Que a saúde pública está um caos, isto já nem se discute mais.

    O descaso com os pacientes, a falta de medicamentos já se tornou corriqueiro nos hospitais e outros postos de atendimento médico.

    Prédios em mal estado de conservação, ambientes precários, higienização também precária dificultam o atendimento trazendo muitas vezes consequências funestas e irreparáveis.

    Mas, fazer o quê, não é! Acabaram com a CPMF! E de onde então poderá vir os recursos para a humanização dos hospitais...

    Ah, mas já tem aí o projeto da CSS (contribuição social para a saúde) , que não é nada mais do que uma tentativa de ressuscitar o antigo e malfadado imposto . Apenas batizado com outro nome, mas cuja utilização será a mesma da CPMF. E será que desta vez , caso seja aprovado, os recursos serão melhores aplicados? Precisamos de mais esse imposto?

    Mas não é disto que quero falar. Não bastasse todo esse caos na saúde pública, agora nos deparamos também com o despreparo e negligência de profissionais da área.

    A mídia não tem nos poupado durante essa semana com relatos e mais relatos desse despreparo,

    O caso que suscitou a discussão foi o episódio da troca de soro por vaselina líquida, injetada na veia de uma pobre jovem, num hospital de São Paulo.

    Uma vida foi ceifada. Um pequeno deslize, uma distração, falta de atenção. Sei lá o quê. Tenho pena dessa enfermeira, porque acredito ser ela também uma vítima do sistema.. Claro que o gesto foi inconsciente. Frascos iguais? Sem rótulos? Poucos funcionários para atender a demanda de atendimento?

    A funcionária admite que errou. Vai ser indiciada por homicídio culposo.

    Mas, e aí? Um segundo de desatenção e era uma vez uma criança....Nada trará de volta a vida promissora daquela jovem de apenas 12 anos.

    É um absurdo! Nossa vida condicionada a uma identificação correta do frasco A ou frasco B.

    Poderia seguir relatando outros absurdos e inadmissíveis erros médicos. Mas é só ver os noticiários. E se indignar sempre! Isto não pode continuar. A vida tem que ser melhor valorizada e respeitada.

    Profissionais de saúde tem que ser melhor preparados. Mais cuidadosos com a vida que tem em mãos.

    A sociedade fica insegura diante de tantos absurdos erros . E vai ficando cada vez mais reticente em relação à procura de hospitais.

    Dependesse de nós, jamais pisaríamos em tal solo.

    Mas, sei lá... Um dia a gente precisa. E seja o que Deus quiser...

     

     

     

     



    Categoria: notícias da mídia
    Escrito por edimeli às 18h32
    [] [envie esta mensagem
    ] []





     
     

    Natal

     

     

    O Natal se aproxima

    Estamos em clima de Natal. Tudo remete a festas, cantos, alegria.

    Andando pelas ruas da cidade nota-se um ar festivo. Fachadas luminosas, vitrines coloridas. Luzes, brilhos...Papai Noel reina altaneiro. Haja criatividade...

    Pessoas apressadas. Um vai vem enlouquecedor. Lojas apinhadas de gente.

    Tudo incentiva ao consumo. É o presente do amigo secreto, as lembrancinhas para os familiares. A preocupação com a ceia. Reunião com a família.

    Os corações se transformam. Floresce em cada um de nós o sentimento de fraternidade, solidariedade e partilha.

    Vamos fazer uma criança feliz”

    Vamos partilhar o que temos”

    Fazer confraternização, arrecadar alimentos destinados aos mais necessitados.”

    No Natal conseguimos fazer da utopia, realidade.... mesmo que dure um único dia...

    É o Natal do mundo materialista se misturando ao Natal cristão e solidário. É a festa do Nascimento do Menino Jesus. Vamos homenageá-lo com todas as honras. Ele merece o melhor de nosso coração.

    Vamos também preparar o nosso coração para receber esse grande “presente natalino”: A presença do menino Deus no meio de nós.

    É bonito de se ver como no Natal as pessoas se esforçam para estar bem consigo mesmas e com os outros. Procuram se humanizar, praticam o Amor e são solidários com os mais necessitados.

    Mas, se faz necessário lembrar que a verdadeira razão do Natal não tem hora nem vez.

    O Natal deve acontecer todo dia em nossos corações, em nossa família, trabalho e comunidade.

    Natal acontece na vivência do dia a dia. Porque o amor, a partilha e a solidariedade não tem dia nem hora marcada para acontecer.

    Natal é festa em que se volta ao passado e se evoca a lembrança de um fato importante que aconteceu. E se deseja que esse Jesus permaneça no meio de nós trazendo esperança e paz. Então a dimensão também é futura. É o despertar para a esperança.

    Tem sentido presente, porque desperta responsabilidade com o bem , com a justiça, com o próximo, com a vida.

    Talvez por isso que em meio a toda essa expectativa, toda essa alegria, vez em quando mescla uma dose de tristeza. Uma nostalgia, que não se sabe de onde vem.

    É mais um Natal que chega, mais um ano que se vai. É um ano inteiro para ser revisto. Assumir falhas, procurar acertos... projetar melhoras.

    Há tanto ainda a aprender. Tanto ainda a perdoar, a esquecer, a partilhar, a compreender... a amar...

    Que o Natal dinamize o nosso interior e nos estimule a descobrir e promover a vida ,onde quer que ela se manifeste ,em todos os dias do ano.

    Um Natal de paz e amor a todos!


     

     

     



    Categoria: religiosidade
    Escrito por edimeli às 21h42
    [] [envie esta mensagem
    ] []



     
      [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]