Meu perfil
BRASIL, Sudeste, ECHAPORA, centro, Mulher, de 56 a 65 anos, Arte e cultura, Livros
MSN -




Arquivos

    Categorias
    Todas as mensagens
     viagem
     relações afetivas
     notícias da mídia
     religiosidade
     cronicas

    Votação
     Dê uma nota para meu blog

    Outros links
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis
     blog da angela
     blog da silvanety
     MINHA PASTA MAIS
     blog do alberto
     alberto pasta mais
     blog do Miguel
     blog do leo
     blog da ana miranda
     blog da magui
     blog da imaculada cintra
     blog da rosely sayao
     blog da carrie
     blog da bela
     blog da Dri
     blog da américa
     blog do Emídio
     blog da Claudete
     blog do fábio
     Blog da Anna Fernandes
     blog da bete
     blog da nilcéia
     blog da janaina
     blog da marizete
     blog da AFRODITE
     blog da beth -uma mulher que sabe o que quer
     blog da talyta
     blog da vivian- flores
     blog do roberto alexandre
     cronicas do Gauli




    UOL

    Blog de edimeli
     


     
     

    trocando a bagagem

     

     

    Trocando a bagagem...

     

    Ela olhou-se no espelho. Gostou da imagem nele refletida.

    O olhar estava mais suave...O semblante perdera aquele ar sombrio.

    Os sinais que o tempo marcara no rosto lhe pareceram mais suaves...

    As marcas que o corpo ganhara com o decorrer da idade estavam sutilmente disfarçadas na roupa de corte elegante.

    Elegante sim! Porque não?

    Hoje estava se achando bela... por dentro e por fora.

    Gostava quando se sentia assim... Poderosa... capaz de abraçar o mundo. Capaz de sorrir, juntar-se a amigos...amar...

    Aos poucos os dias sombrios foram ficando para trás.

    Percebera que estava atraindo para si somente desgosto, angústia, sofrimento...

    Era preciso jogar fora aquela tristeza... e todos os sentimentos negativos da bagagem que carregara até então. Era pesada demais e sobrecarregava seus ombros. Precisava trocá-los por sentimentos mais nobres.

    Amor...solidariedade...confiança....

    Amigos e familiares também deviam compor a nova bagagem.

    Eventualmente, talvez a vida ainda lhe traísse.

    E colocasse novamente nos ombros aquela bagagem insuportável...

    Mas hoje, sentiu os ombros mais leves. Pela primeira vez após longos dias, a vida lhe pareceu bela e promissora.

    Hoje, somente hoje...queria ser feliz.

    Voltou a olhar-se no espelho e...sorriu!

     



    Categoria: cronicas
    Escrito por edimeli às 17h29
    [] [envie esta mensagem
    ] []





     
     

    odeio horário de verão

     

    Odeio o horário de verão

     

    Enfim, hoje terminou o famigerado horário de verão.

    Os noticiários já informaram que a economia de energia elétrica foi de 30 milhões. Uma economia 30% menor que a do ano anterior. Valeu o sacrifício? Ninguém explica...

    Bem, economias à parte, considero o horário de verão um transtorno pessoal. E, pesquisando na net como em conversas de boca a boca, dá prá perceber que a maioria da população não concorda com ele. Acha um verdadeiro despropósito.

    Eu, falo por mim. Meu relógio biológico não se acostuma com ele.

    No horário de verão estou sempre atrasada, cansada e com o sono também atrasado.

    O almoço é quase lanche da tarde e o jantar é quase ceia. Sem contar que não consigo acordar cedo.

    Imagino quem levanta muito cedo para ir trabalhar ou estudar . Ter que levantar sempre uma hora mais cedo. Uma canseira só...

    Bem, mas esse meu descompromisso com horários faz parte de umas pequenas regalias que adquiri com o passar do tempo. Um dos privilégios da aposentadoria...

    Mas, quando tenho um compromisso com horário pré determinado, então me organizo muito bem para não perder o horário. Com o horário de verão, levantar mais cedo se transforma num desconforto só.

    Conheço pessoas que dizem gostar do famigerado horário.

    Aí vem toda aquela conversa... que dá prá esticar as caminhadas da tarde...

    Outras esticam o happy hour...

    E há aquelas que aproveitam o prolongamento da claridade para esticar o horário de trabalho.

    Não vejo vantagem nenhuma nisso. Ganha-se nas esticadas à tarde. Perde-se no cansaço extra. Acabam indo dormir mais tarde e tendo que levantar mais cedo. Onde está a vantagem?

    Bem, mas cada um aproveita o horário de verão da maneira que quiser.

    Eu, particularmente “ODEIO o horário de verão”

    Mas me esforço para acostumar. Afinal ele representa 1/3 do ano. E não dá para passar 120 dias ou mais se lamentando sobre o dito cujo. O jeito é tentar se adaptar.

    E cá estou eu a escrever esse pequeno desabafo, ainda muito cedo. Quase madrugada ainda. O relógio marca 6:15, horário de verão. Portanto retrocedendo no tempo e ajustando o relógio para o horário normal, são apenas 5 horas e 15 minutos..

    Viram só que confusão? Hoje o dia terá uma hora a mais, que eu poderia estar dormindo. Mas como? Agora que meu relógio biológico se adaptou e comecei a acordar no horário de verão, os ponteiros retornam... E ainda vou continuar alguns dias madrugando, até que me adapte novamente ao horário normal. Haja saúde!!!

    Bem, mas é o preço que se paga para contribuir, por livre e expontânea pressão, na economia de energia do país, que até hoje ainda não me convenci se de fato essa economia é compensadora ou não.

    E até que alguém resolva acabar com essa maluquice de “horário de verão, eu vou tentando me ajustar a ele.

    E é com alívio que eu me despeço...bye..bye.horário de verão!

     



    Categoria: notícias da mídia
    Escrito por edimeli às 15h19
    [] [envie esta mensagem
    ] []



     
      [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]